Pular para o conteúdo principal

A "generosidade" do Banese em nome da pandemia visa lucro altíssimo

O governador Belivaldo Chagas determinou que o Banco do Estado de Sergipe PRORROGASSE por três meses as mensalidades dos empréstimos consignados dos servidores públicos, bem como os CDCs , devido o momento difícil que todos estão passando pela pandemia do Covid-19.
Desde o dia 1° de maio o BANESE   já disponibilizou para os aplicativos de smartphones a opção de "PRORROGAÇÃO" para quem tem empréstimo com a instituição financeira, e já provocou dúvidas e indignação em quem fez simulações nas "ofertas generosas" do banco para seus clientes.
Diferente do que determinou o governador do Estado, e mais ainda do que explicou a assessoria de comunicação do BANESE, que disse o seguinte: "Dessa forma, a prorrogação está sendo oferecida com a manutenção da taxa de juros do contrato anterior, sem aumento no valor mensal das parcelas e sem cobrança de IOF, com a distribuição dos juros de carência nas parcelas do novo contrato". Dito assim, leigo que somos do sistema bancário, como também deve ser o governador, a crença era numa simples prorrogação, isto é, suspender os descontos dos empréstimos, e só retornar com eles após noventa dias. Simples assim!
Mas não é bem assim que está sendo ofertado pelo BANESE. A operação aumenta o número de parcelas restantes, e o que é pior, aumenta estupidamente o saldo devedor de quem optar, por se tratar de adesão a um novo contrato, e não suspensão de parcelas do atual. A cobrança do IOF que a instituição diz não cobrar, também não é bondade do banco. Trata-se do cumprimento de uma decisão atribuída para todas as intituições financeiras.
A seguir, observe uma simulação para quem teria um empréstimo contratado no mês de dezembro de 2019 no valor de R$ 5.000,00 , portanto, pagaria a quinta parcela de vinte e quatro no valor de R$ 299,33 agora no mês de maio. Preste atenção.
Contrato atual
Valor contratado em dez/2019 = R$ 5.000,00
Valor da parcela = 299,33
Número da próxima parcela = 5/24
Próxima parcela =  Maio de 2020
Última parcela = Dezembro de 2021
Valor final da operação = R$ 7.183,92  (Acréscimo de R$ 2.183,92)
Oferta de Prorrogação (na verdade um novo contrato)
Valor contratado em mai/2020 = R$ 4.608,81
Valor da parcela = R$ 293,83
Número da próxima parcela = 1/23
Próxima parcela = Agosto de 2020
Última parcela = Junho de 2022
Valor final da operação = R$ 6.758,09  (Acréscimo de R$ 2.149,28)
Como se vê, no contrato atual o cliente restaria vinte parcelas, enquanto no novo contrato as parcelas passam para vinte e três, pagando a primeira parcela em agosto/2020. Ainda há outra conta que deve ser levada em conta pelo optante. Usando ainda a simulação, o cliente já teria pago 4 parcelas de R$ 299,33 que totalizam R$ 1.197,32. Levando em conta esse valor já pago no contrato atual, somado ao valor final da operação, se optar pelo novo contrato que é de R$ 6.758,09, totalizamos R$ 7.955,41.
Como já me auto classifiquei leigo do sistema bancário, e num raciocínio matemático lógico, concluo que a "GENEROSIDADE" do BANESE para a clientela é bem onerosa. Pelo cálculo final da simulação aqui exposta, o cliente concluiria seus pagamentos em junho de 2022, com um acréscimo de R$ 771,49 no valor final da operação do novo contrato, considerando o valor original de seu empréstimo contratado em dezembro de 2019 no valor de R$ 5.000,00.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Fundo do Poço de Ismael!

Fundador do Partido dos Trabalhadores em Sergipe, ex-deputado estadual, candidato a prefeito de Aracaju pelo PT, e político atuante à época, Ismael Silva, que anda fora da cena política atual, faz um desabafo do que vem ocorrendo no Brasil, e critica duramente o comportamento do ex-presidente Lula, principalmente, numa relação que ele diz existir entre o PT e o narcotráfico. O ex-petista assegura no seu artigo que o "PT, definitivamente tornou-se na sua cúpula uma organização criminosa". A seguir, o artigo na íntegra de Ismael Silva, extraído de sua página no facebook:
"O FUNDO DO POÇO!
Meus amigos(as), tenho adiado tratar esse assunto aqui já há algum tempo. Mas não dá mais pra segurar. A coisa passou de todos os limites! Me refiro ao nível de envolvimento de Lula e do PT, com o narcotráfico no Brasil! Já são inúmeras as provas dessa relação associativa. Áudios, discursos sinalizando o compromisso com o crime. E agora agradecimento público de financiamento das despesas e i…

Secretária de saúde de São Francisco dá péssimo exemplo de isolamento social

Ontem, 4, foi o último dia para que os partidos políticos recebessem os seus novos filiados, cumprindo o prazo determinado pelo calendário eleitoral para as eleições 2020. No município de São Francisco, um evento de filação do MDB local, comandado pelo ex-prefeito Ailton Nascimento, esposo da atual prefeita Alba Nascimento, chamou atenção pelo descumprimento total ao apelo que tem sido feito pelas autoridades sanitárias, inclusive no próprio município, através da sua secretaria municipal de saúde, para combater o Covid-19, Coronavírus. Não bastasse a aglomeração, a própria secretária de saúde de São Francisco, Rosiane, esteve no local e pousou para foto (de boné preto) com o grupo que se encontrava no local. Péssimo exemplo! A foto circulou rapidamente nas redes sociais, quando surgiu uma postagem de uma agente de saúde, agravando a  irresponsabilidade cometida pela gestora da saúde municipal. Na mesnsagem (veja imagem) a agente critica o ato da secretária, e revela que no grupo onde Ros…

Governador Belivaldo anuncia extinção da SECOM

Durante o programa "Papo Reto" que o governador Belivaldo Chagas faz semanalmente, foi anunciado na edição desta terça-feira, 14, a extinção da Secretaria de Estado da Comunicação - SECOM, que será transformada em superintendência de comunicação. O atual secretário da pasta será efetivado no Turismo, segundo o governador, com a simpatia do trade turístico, com quem Sales vinha tratando de algumas ações para o setor, até quando sofreu o impacto imediato diante da pandemia do Covid-19. Junto com esse anúncio, Belivaldo também disse que outros cortes serão feitos na administração estadual, como a redução de veículos locados, cargos, e gratificações. As medidas estarão publicadas num decreto, o que segundo o executivo estadual, deverá constar no Diário Oficial entre amanhã ou depois.