Pular para o conteúdo principal

Querem ouvir o que mais de Edvaldo?

O último final de semana iniciou muito iluminado no centro da cidade, onde aconteceu o lançamento do "Natal Iluminado". No evento, muitas autoridades que estiveram por lá não passaram de meros coadjuvantes, pois, o protagonismo ficou para o deputado federal Laércio Oliveira, um dos patrocinadores da iluminação, e o prefeito Edvaldo Nogueira.
O centro ficou muito bonito, isto é fato, mas, em meio a queima de fogos, e muito bate papo entre os convidados, uma foto postada pela assessoria da PMA nas redes sociais falou muito alto, diante da legenda: "Um olhar para o futuro...". 
O volume da legenda chega com muita altura na cúpula do Partido dos Trabalhadores - PT, que deve ter entendido a consolidação da aliança do atual prefeito com o deputado federal, Laércio Oliveira, PP, com quem os petistas já disseram não querer acordo político, principalmente, pela sua aproximação com o governo Bolsonaro.
O progressista não tergiversou, e mais uma vez, já que havia anunciado meses atrás num evento de filiações na sede do seu partido, o apoio incondicional para reeleição de Edvaldo: “O contexto político é assim mesmo. A gente precisa avaliar como um todo e cada momento tem o seu momento. O nosso compromisso hoje é avançar com o prefeito Edvaldo Nogueira. É uma aliança consolidada, é uma aliança muito forte, mas é claro que a gente precisa e, certamente, nós participaremos. Por isso que eu falei que o Progressista se consolida como um partido muito forte através do ajuntamento de outros partidos que chegam no entorno para fazer um bloco”, afirmou Laércio.
Embora tenha deixado as portas abertas para outros partidos, para o PT seria uma mudança radical de posicionamento, já que Laércio tem posicionamentos favoráveis às propostas do atual governo federal, e caso os petistas decidam pelo mesmo projeto de reeleição de Edvaldo, o progressista poderá repetir a frase do velho Zagalo: "Vão ter que me engolir".
Edvaldo que de bobo não tem nada, fala de unidade do bloco que esteve com ele em 2016, mas, com muita certeza, não abre mão da aliança com o PP de Laércio, mesmo sabendo do propósito petista, de andar distante dos próximos de Bolsonaro.
Há quem diga que o Partido dos Trabalhadores pretende uma candidatura própria para a prefeitura da capital, mas, ficaria bem atendido se lhe fosse oferecido a vice-prefeitura, repetindo a chapa da eleição passada, quando a atual vice-governadora, Elane Aquino, PT, fazia companhia a Edvaldo.
O fato é que Nogueira está consolidando seu bloco de aliados para sua reeleição, e parece muito pouco preocupado com o que possa ser decidido pelo PT. "Um olhar para o futuro...", escrito na legenda da foto, é um bom recado para quem interessar possa. E então? Querem ouvir o que mais de Edvaldo? 

Eleição de São Francisco

Desde o início da noite de ontem, quando finalizou a apuração dos votos da eleição suplementar, a população do município de São Francisco elegeu Alba de Ailton como a nova prefeita municipal. A chapa que enfrentou problemas com a justiça eleitoral, inclusive, com a impugnação da candidatura do esposo de Alba, o ex-prefeito Ailton Nascimento, ganhou com uma larga vantagem para o segundo colocado, Luan Araújo.

Capitão Samuel é PT

O deputado capitão Samuel, PSC, disse que neste mês de dezembro vota com o PT na Assembleia Legislativa. A declaração do parlamentar está relacionada ao projeto da previdência que deve chegar na Casa esta semana. Em resumo: Se o PT votar no projeto, terá também o voto do capitão Samuel. Pressão natalina!

Fux em Sergipe 

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, fez, nesta sexta-feira (29), a palestra de encerramento do XXI Congresso Brasileiro de Direito Notarial e de Registro, evento promovido pela Associação dos Notários e Registradores do Estado de Sergipe (ANOREG/SE) em parceria com a Associação dos Notários e Registradores do Brasil (ANOREG/BR).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Decisão do ministro Alexandre de Moraes é temerária para um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins

O artigo a seguir foi extraído do endereço eletrônico registrado no final, e tem a autoria de um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins, que faz referência, inclusive, à possibilidade de intervenção militar diante da desordem e desarmonia entre os poderes (em negrito no texto). Leia na íntegra: "Harmonia e independência dos poderes? Por Ives Gandra Martins Aos 85 anos e mantendo amizade e admiração com e por grande parcela dos juristas brasileiros e muitos estrangeiros, de todas as colorações ideológicas, é sempre com constrangimento que, no dever que me imponho de cidadão, sinto-me na obrigação de expor opinião contrária àqueles expoentes do direito, que, sendo amigos, encontram-se em funções públicas. Ao ler a Constituição, cujos trabalhos acompanhei de perto, participando de audiências públicas, oferecendo textos, alguns aprovados pela Constituinte e, informalmente, assessorando alguns constituintes, não consigo encontrar nenhum dispositivo que

A "generosidade" do Banese em nome da pandemia visa lucro altíssimo

O governador Belivaldo Chagas determinou que o Banco do Estado de Sergipe PRORROGASSE por três meses as mensalidades dos empréstimos consignados dos servidores públicos, bem como os CDCs , devido o momento difícil que todos estão passando pela pandemia do Covid-19. Desde o dia 1° de maio o BANESE   já disponibilizou para os aplicativos de smartphones a opção de "PRORROGAÇÃO" para quem tem empréstimo com a instituição financeira, e já provocou dúvidas e indignação em quem fez simulações nas "ofertas generosas" do banco para seus clientes. Diferente do que determinou o governador do Estado, e mais ainda do que explicou a assessoria de comunicação do BANESE, que disse o seguinte: "Dessa forma, a prorrogação está sendo oferecida com a manutenção da taxa de juros do contrato anterior, sem aumento no valor mensal das parcelas e sem cobrança de IOF, com a distribuição dos juros de carência nas parcelas do novo contrato". Dito assim, leigo que somos do sis

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS VIRTUAIS

Nestes últimos dias fomos agraciados com mais uma novidade que irá vigorar nas próximas eleições municipais, a possibilidade de que as convenções partidárias ocorram virtualmente. É certo que a pandemia que nos aflige acelerou mudanças que seriam observadas ao longo dos anos, fazendo presente cada vez mais a tecnologia à nossa vida, consequentemente ao sistema eleitoral também. Já passamos pelo período das janelas partidárias, das filiações, do alistamento, de mudança de domicílio eleitoral e de regularização do título de eleitor, tudo feito de forma virtual. Em nossos textos é sempre mencionada a necessidade de adequação ao momento em que estamos vivendo, e a experiência vem demonstrando tal necessidade, sendo certo o fato de que quem não buscar se amoldar ao momento poderá ficar para trás no pleito vindouro. Especificamente no que tange à realização das convenções partidárias por meio virtual, foi realizada consulta ao TSE questionando esta possibilidade, sendo proferido Parecer favo