Pular para o conteúdo principal

Prefeitura cria duas novas linhas de ônibus para melhor atender a Zona de Expansão

Para melhor atender os usuários do transporte público da Zona de Expansão, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), criou duas novas linhas de ônibus e promove alterações em três já existentes. As medidas começam a valer no dia 2 de janeiro de 2020. 

As novas linhas que começam a operar são a 508.1-Aquarius/Zona Sul 01 via Costa Nova; e a 508.2-Aquarius/Zona Sul 02 via Águas Belas. O serviço será operado de segunda a sábado. 

E devido à criação das novas linhas, os ônibus da 504-17 de Março/Zona Sul via Aquarius passam a circular somente aos domingos e feriados, pois a demanda será suprida pelas novas linhas. A linha 506-17 de Março/Zona Sul via Aeroporto sofrerá uma pequena alteração no percurso (deixará de passar por quatro ruas do bairro Aeroporto). Já a 600.1-Circular Praias I passará a atender, diariamente, também o Loteamento Aruana, substituindo o serviço prestado pela linha 504. 

O superintendente da SMTT, Renato Telles, ressalta que a criação de novas linhas e a reorganização do transporte público nestas áreas foi providenciada pelo órgão para melhorar atender os usuários. “Havia um pleito dos moradores de algumas localidades, como dos residenciais Costa Nova e Águas Belas, e também do Brisa Mar, e, após avaliação da demanda, estamos criando novas linhas e alterando o itinerário de outras para dar mais comodidade aos usuários do transporte”, declara. 

Itinerário 508.1 – Aquarius/Zona Sul via Costa Nova
O percurso da nova linha tem início na avenida Coronel Tadeu Cruz seguindo por: rua Nestor Souza Braz, rua Maria Vasconcelos de Andrade, rua Orlando Tavares Macedo, rua Y, rua K, rua Sérgio Galindo Pinto, rua Adalberto Fonseca, Rodovia dos Náufragos (onde faz retorno), avenida Melício Machado, rua Dep. Clóvis Rolemberg, rua Des. João Bosco de Andrade Lima, rua Juiz Moacir Sobral, finalizando no Terminal de Integração da Zona Sul. 

Do Terminal de Integração Zona Sul, os veículos da 508.1 fazem o seguinte roteiro: avenida Antônio Alves, avenida José Carlos da Silva, avenida Hildete Falcão Batista, avenida Melício Machado, Rodovia dos Náufragos, rua Adalberto Fonseca, rua Sérgio Galindo Pinto, rua K, rua Y, rua Orlando Tavares Macedo, rua Maria Vasconcelos de Andrade, rua 8, avenida Coronel Tadeu Cruz, rua Marinete Araújo de Mendonça, rua 4, rua 5 e rua 6, retornando à avenida Coronel Tadeu Cruz, nas imediações do posto policial. 

Itinerário da nova linha 508.2 – Aquarius/Zona sul via Águas Belas
Já o percurso da linha 508.2 começa na rua 1, seguindo pelas ruas D, N e B1. Os veículos do transporte público passarão ainda pela avenida Padre Arnóbio, rua Maria Vasconcelos de Andrade e avenida José Vicente de Almeida; Rodovia dos Náufragos, avenida Melício Machado, avenida Monteiro Lobato, avenida José Carlos da Silva, avenida Antônio Alves e Terminal de Integração Zona Sul. 

No sentido oposto, o itinerário parte do Terminal Zona Sul em direção à avenida Antônio Alves, avenida José Carlos da Silva, avenida Hildete Falcão Batista, avenida Melício Machado, Rodovia dos Náufragos, rua Adalberto Fonseca, rua Sérgio Galindo Pinto, rua Y, rua K, rua Orlando Tavares Macedo, rua Maria Vasconcelos de Andrade e rua 1.

Atenciosamente,

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Decisão do ministro Alexandre de Moraes é temerária para um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins

O artigo a seguir foi extraído do endereço eletrônico registrado no final, e tem a autoria de um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins, que faz referência, inclusive, à possibilidade de intervenção militar diante da desordem e desarmonia entre os poderes (em negrito no texto). Leia na íntegra: "Harmonia e independência dos poderes? Por Ives Gandra Martins Aos 85 anos e mantendo amizade e admiração com e por grande parcela dos juristas brasileiros e muitos estrangeiros, de todas as colorações ideológicas, é sempre com constrangimento que, no dever que me imponho de cidadão, sinto-me na obrigação de expor opinião contrária àqueles expoentes do direito, que, sendo amigos, encontram-se em funções públicas. Ao ler a Constituição, cujos trabalhos acompanhei de perto, participando de audiências públicas, oferecendo textos, alguns aprovados pela Constituinte e, informalmente, assessorando alguns constituintes, não consigo encontrar nenhum dispositivo que

A "generosidade" do Banese em nome da pandemia visa lucro altíssimo

O governador Belivaldo Chagas determinou que o Banco do Estado de Sergipe PRORROGASSE por três meses as mensalidades dos empréstimos consignados dos servidores públicos, bem como os CDCs , devido o momento difícil que todos estão passando pela pandemia do Covid-19. Desde o dia 1° de maio o BANESE   já disponibilizou para os aplicativos de smartphones a opção de "PRORROGAÇÃO" para quem tem empréstimo com a instituição financeira, e já provocou dúvidas e indignação em quem fez simulações nas "ofertas generosas" do banco para seus clientes. Diferente do que determinou o governador do Estado, e mais ainda do que explicou a assessoria de comunicação do BANESE, que disse o seguinte: "Dessa forma, a prorrogação está sendo oferecida com a manutenção da taxa de juros do contrato anterior, sem aumento no valor mensal das parcelas e sem cobrança de IOF, com a distribuição dos juros de carência nas parcelas do novo contrato". Dito assim, leigo que somos do sis

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS VIRTUAIS

Nestes últimos dias fomos agraciados com mais uma novidade que irá vigorar nas próximas eleições municipais, a possibilidade de que as convenções partidárias ocorram virtualmente. É certo que a pandemia que nos aflige acelerou mudanças que seriam observadas ao longo dos anos, fazendo presente cada vez mais a tecnologia à nossa vida, consequentemente ao sistema eleitoral também. Já passamos pelo período das janelas partidárias, das filiações, do alistamento, de mudança de domicílio eleitoral e de regularização do título de eleitor, tudo feito de forma virtual. Em nossos textos é sempre mencionada a necessidade de adequação ao momento em que estamos vivendo, e a experiência vem demonstrando tal necessidade, sendo certo o fato de que quem não buscar se amoldar ao momento poderá ficar para trás no pleito vindouro. Especificamente no que tange à realização das convenções partidárias por meio virtual, foi realizada consulta ao TSE questionando esta possibilidade, sendo proferido Parecer favo