Pular para o conteúdo principal

Muita calma nessa hora!

O litoral nordestino continua recebendo óleo, o que já e considera o maior acidente ambiental, sem qualquer registro anterior nessas proporções, e com tanta agressividade. É grave? Extremamente!

Pelos registros dos fatos, existiu uma dormência dos órgãos ambientais fiscalizadores, uma vez que não se precaveram quando as primeiras notícias chegaram, dando conta de pequenas manchas de óleo se aproximando da costa nordestina.

A falta de precaução tornou-se emergência depois que as praias foram invadidas pelo óleo, e continuam provocando estragos. Cenas horríveis em paisagens extraordinárias que o litoral nordestino possui.

Com o impacto consumado pela falta de prevenção, os governos iniciaram uma força tarefa para conter e recuperar o litoral, e iniciaram uma investigação para descobrir a autoria do caso, segundo apurado inicialmente, ocorrido em alto mar. 

Com o problema consolidado e necessitando de providências urgentes, a sociedade também se mobiliza em alguns lugares para colaborar e dar celeridade na recuperação das praias, constatando o espírito solidário dos brasileiros.

O problema é que aqui e acolá surgem "lideranças" emergentes com vistas em candidaturas nas eleições que estão por vir, e "tocam o terror" em redes sociais, como se nada estivesse sendo feito pelos governos envolvidos. Coisa de fácil percepção, principalmente, para a comunidade política, que já conhece o desejo dos "guerreiros" ativistas quando estão diante de algum caos. Embora se expressem em confissão que estão comovidos pelo ocorrido, e por isso se jogam de corpo e alma nas ações, lá frente veremos alguns desses na telinha pedindo ao povo um "votinho", relembrando seu envolvimento nas ocorrências dessa natureza. 

É necessário reconhecer o tamanho do estrago causado pelo óleo, mas é preciso também muita calma nessa hora, e não passar a impressão de que nada está sendo feito, apenas com o objetivo de se posicionar como "salvador da pátria".

Governo sem Projeto que aumente despesas

O Governo do Estado emitiu nota nesta quarta-feira (16), para informar que, após reunião entre o governador Belivaldo Chagas, o secretário da Fazenda, Marcos Queiroz, e o secretário da Administração, George Trindade, neste momento, por conta da crise financeira que afeta o Estado, não irá enviar para a Assembleia Legislativa, nenhum Projeto de Lei que aumente despesas, ou reestruture carreira, ainda que com impacto futuro.

Governo sem Projeto que aumente despesas II

Essa decisão é mesmo que haja clareza nas tratativas relacionadas ao pacto federativo entre União e Estados, no que se refere a ampliação do recebimento de recursos financeiros pelos Estados, sejam eles ordinários, a exemplo da PEC 51, ou extraordinários, a exemplo da Securitização, Plano Mansueto e as Reformas Previdenciária e Tributária.

Governo sem Projeto que aumente despesas III

O Governo do Estado reafirma que continuará persistindo na luta para atender os compromissos assumidos, mas reconhece que o momento é de perseguir de forma radical o equilíbrio fiscal das contas públicas para criar a possibilidade de resgatar a capacidade de investimento do governo do estado e assim poder conceder melhorias para as categorias dos servidores públicos, sem que afetem os serviços à população. O Governo informou ainda que manterá aberto o diálogo com as categorias, mantendo respeito e transparência.

Visita emergencial de Ministro

O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sobrevoou no final da tarde desta quarta-feira (17) o litoral dos estados de Alagoas, Bahia e Sergipe, para observar a situação nas manchas de óleo que atingiram praias do Nordeste.
Em Sergipe, o ministro esteve na Universidade Federal da Sergipe (UFS) e conversou com a equipe do Laboratório de Petróleo e Energia da Biomassa (PEB), que está analisando as manchas de óleo encontradas em Sergipe. “A opinião do que nós vimos aqui é a hipótese de que esse óleo dos barris tenha relação com o óleo encontrado nas diversas manchas encontradas no litoral. E que, portanto, dão mais um elemento para a investigação que está sendo muito bem feita pela Marinha do Brasil, sobre a origem desse fato que é o derramamento de óleo no litoral”, disse o ministro.

Congresso estadual do PT

O 7° Congresso Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT/Sergipe) será realizado sábado (19), em Aracaju. O encontro vai eleger a nova direção estadual do partido e reunir suas principais lideranças políticas.
Com o tema “Lula Livre”, o congresso se iniciara as 8 horas, na sede do Sindicato dos Bancários.
 O congresso encerra um ciclo de organização interna e instaura um debate mais forte para as eleições de 2020. Juntos, vamos traçar o modelo de cidade que precisamos em Aracaju e em cada município do nosso estado, disse o presidente do PT de Aracaju, Jefferson Lima.
O Congresso Estadual antecede ao Nacional, em novembro, quando o PT define a próxima direção nacional, através do Processo de Eleições Diretas (PED).



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Decisão do ministro Alexandre de Moraes é temerária para um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins

O artigo a seguir foi extraído do endereço eletrônico registrado no final, e tem a autoria de um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins, que faz referência, inclusive, à possibilidade de intervenção militar diante da desordem e desarmonia entre os poderes (em negrito no texto). Leia na íntegra: "Harmonia e independência dos poderes? Por Ives Gandra Martins Aos 85 anos e mantendo amizade e admiração com e por grande parcela dos juristas brasileiros e muitos estrangeiros, de todas as colorações ideológicas, é sempre com constrangimento que, no dever que me imponho de cidadão, sinto-me na obrigação de expor opinião contrária àqueles expoentes do direito, que, sendo amigos, encontram-se em funções públicas. Ao ler a Constituição, cujos trabalhos acompanhei de perto, participando de audiências públicas, oferecendo textos, alguns aprovados pela Constituinte e, informalmente, assessorando alguns constituintes, não consigo encontrar nenhum dispositivo que

A "generosidade" do Banese em nome da pandemia visa lucro altíssimo

O governador Belivaldo Chagas determinou que o Banco do Estado de Sergipe PRORROGASSE por três meses as mensalidades dos empréstimos consignados dos servidores públicos, bem como os CDCs , devido o momento difícil que todos estão passando pela pandemia do Covid-19. Desde o dia 1° de maio o BANESE   já disponibilizou para os aplicativos de smartphones a opção de "PRORROGAÇÃO" para quem tem empréstimo com a instituição financeira, e já provocou dúvidas e indignação em quem fez simulações nas "ofertas generosas" do banco para seus clientes. Diferente do que determinou o governador do Estado, e mais ainda do que explicou a assessoria de comunicação do BANESE, que disse o seguinte: "Dessa forma, a prorrogação está sendo oferecida com a manutenção da taxa de juros do contrato anterior, sem aumento no valor mensal das parcelas e sem cobrança de IOF, com a distribuição dos juros de carência nas parcelas do novo contrato". Dito assim, leigo que somos do sis

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS VIRTUAIS

Nestes últimos dias fomos agraciados com mais uma novidade que irá vigorar nas próximas eleições municipais, a possibilidade de que as convenções partidárias ocorram virtualmente. É certo que a pandemia que nos aflige acelerou mudanças que seriam observadas ao longo dos anos, fazendo presente cada vez mais a tecnologia à nossa vida, consequentemente ao sistema eleitoral também. Já passamos pelo período das janelas partidárias, das filiações, do alistamento, de mudança de domicílio eleitoral e de regularização do título de eleitor, tudo feito de forma virtual. Em nossos textos é sempre mencionada a necessidade de adequação ao momento em que estamos vivendo, e a experiência vem demonstrando tal necessidade, sendo certo o fato de que quem não buscar se amoldar ao momento poderá ficar para trás no pleito vindouro. Especificamente no que tange à realização das convenções partidárias por meio virtual, foi realizada consulta ao TSE questionando esta possibilidade, sendo proferido Parecer favo