Pular para o conteúdo principal

Os advogados e o STF


Parentes de ministros do STF passaram a ser alvos de questionamentos, por trabalharem em escritórios de advocacia que atuam em causas das instâncias superiores. São esposas, filhos e etc, que de alguma forma, seja jurídica e, ou administrativa, estão envolvidos com essas bancas de advocacia mais procuradas em Brasília para defesas junto ao TSE, STJ, STF.
A presença dos parentes nos escritórios não devem ser consideradas ilegais, todavia, cabe aos ministros, quando diante dos processos defendidos por esses escritórios que constam parentes seus, julguem-se impedidos. Essa é a questão.
A suspeição de um julgamento por envolvimento de parentes em escritórios aumenta a sensação de insegurança jurídica, além de desgastar, ainda mais, a imagem da maior Corte de julgamento do país, que pode ser evitado pelo simples manisfesto de impedimento dos ministros.
Esse é o clima instalado na capital federal no meio das discussões dos Poderes, e essa exposição por suspeição de privilégios para decisões que envolvam parentes nos escritórios, deve provocar acirramento entre os poderes Legislativo, Excecutivo e Judiciário.

Heleno e as mudanças

Em entrevista concedida neste domingo (01/09) ao Faxaju Online, Heleno Silva deixa claro que acredita no processo de mudança pelo qual passa o País, incluindo Sergipe – “é claro” – lembrando que esse processo teve início em 2018, “quando muita gente que não aparecia no radar das perspectivas de vitórias” acabaram ganhando o pleito. Essa mudança virá em razão da crise econômica e dos escândalos de corrupção. Tudo isso tornou o eleitor mais seletivo na hora da escolha.

Riachão tem nova prefeita

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE) encerrou as 17 horas a votação da eleição suplementar que definiu o novo prefeito do município de Riachão do Dantas e que foi realizada neste domingo, 01 de setembro. A eleição foi aparentemente tranqüila, tendo sido registrado apenas dois casos em que foi preciso o uso da força policial para manter a ordem pública e a outra situação envolvendo suposto uso financeiro na campanha. Nas duas situações, os casos estão sendo investigados.
Simone Andrade Farias Silva (PCdoB) foi eleita prefeita de Riachão do Dantas. Ela deve exercer o mandato até 31 de dezembro de 2020. Com 100% das urnas apuradas, a candidata recebeu 7.243 votos, o que corresponde a 56,61% dos votos válidos, contra 4.678, correspondente a 36,56%, de Manuela Lisboa Costa (PSC), segunda colocada. A diferença foi de 2.565 votos.

Notícias falsas

O presidente Jair Bolsonaro lamentou neste sábado (31) a derrubada do seu veto, pelo Congresso Nacional, a penas mais duras para quem propaga notícias falsas, as chamadas fake news, nas eleições.

Mega acumulada

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.184 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (31) em São Paulo. O prêmio acumulou.
As dezenas sorteadas foram: 15 – 36 – 45 – 51 – 52 – 59.
A quina teve 64 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 55.232,15. Já a quadra teve 5.158 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 979,02.
O próximo sorteio será na quarta-feira (4) e o prêmio é estimado em R$ 72 milhões.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Decisão do ministro Alexandre de Moraes é temerária para um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins

O artigo a seguir foi extraído do endereço eletrônico registrado no final, e tem a autoria de um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins, que faz referência, inclusive, à possibilidade de intervenção militar diante da desordem e desarmonia entre os poderes (em negrito no texto). Leia na íntegra: "Harmonia e independência dos poderes? Por Ives Gandra Martins Aos 85 anos e mantendo amizade e admiração com e por grande parcela dos juristas brasileiros e muitos estrangeiros, de todas as colorações ideológicas, é sempre com constrangimento que, no dever que me imponho de cidadão, sinto-me na obrigação de expor opinião contrária àqueles expoentes do direito, que, sendo amigos, encontram-se em funções públicas. Ao ler a Constituição, cujos trabalhos acompanhei de perto, participando de audiências públicas, oferecendo textos, alguns aprovados pela Constituinte e, informalmente, assessorando alguns constituintes, não consigo encontrar nenhum dispositivo que

A "generosidade" do Banese em nome da pandemia visa lucro altíssimo

O governador Belivaldo Chagas determinou que o Banco do Estado de Sergipe PRORROGASSE por três meses as mensalidades dos empréstimos consignados dos servidores públicos, bem como os CDCs , devido o momento difícil que todos estão passando pela pandemia do Covid-19. Desde o dia 1° de maio o BANESE   já disponibilizou para os aplicativos de smartphones a opção de "PRORROGAÇÃO" para quem tem empréstimo com a instituição financeira, e já provocou dúvidas e indignação em quem fez simulações nas "ofertas generosas" do banco para seus clientes. Diferente do que determinou o governador do Estado, e mais ainda do que explicou a assessoria de comunicação do BANESE, que disse o seguinte: "Dessa forma, a prorrogação está sendo oferecida com a manutenção da taxa de juros do contrato anterior, sem aumento no valor mensal das parcelas e sem cobrança de IOF, com a distribuição dos juros de carência nas parcelas do novo contrato". Dito assim, leigo que somos do sis

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS VIRTUAIS

Nestes últimos dias fomos agraciados com mais uma novidade que irá vigorar nas próximas eleições municipais, a possibilidade de que as convenções partidárias ocorram virtualmente. É certo que a pandemia que nos aflige acelerou mudanças que seriam observadas ao longo dos anos, fazendo presente cada vez mais a tecnologia à nossa vida, consequentemente ao sistema eleitoral também. Já passamos pelo período das janelas partidárias, das filiações, do alistamento, de mudança de domicílio eleitoral e de regularização do título de eleitor, tudo feito de forma virtual. Em nossos textos é sempre mencionada a necessidade de adequação ao momento em que estamos vivendo, e a experiência vem demonstrando tal necessidade, sendo certo o fato de que quem não buscar se amoldar ao momento poderá ficar para trás no pleito vindouro. Especificamente no que tange à realização das convenções partidárias por meio virtual, foi realizada consulta ao TSE questionando esta possibilidade, sendo proferido Parecer favo