Pular para o conteúdo principal

2020 promete muito em "Sucupira"

"O Bem Amado" foi a primeira novela da rede Globo de televisão exibida  em cores. Na obra escrita por Dias Gomes, o corrupto coronel Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo) se elegeu prefeito de Sucupira aproveitando-se do fato de não haver um cemitério na cidade, o que levava os mortos a serem sepultados no município vizinho. Após eleito, ele não demorou a fazer a tal obra na cidade, mas tinha pressa em inaugurá- la. Por azar, não morria ninguém em Sucupira e o político começou a fazer de um tudo para conseguir um defunto.

Na esperança de enterrar alguém, Odorico leva para Sucupira o doente Ernesto (André Valli), primo das irmãs Cajazeira que foi desenganado pelos médicos. O prefeito tem esperança de que ele morra na cidade, mas Lulu Gouveia (Lutero Luiz) e Donana Medrado, que fazem oposição ao político, “roubam” o doente e conseguem curá-lo.

No fim, Odorico resolve simular um atentado contra si mesmo e jogar a culpa na oposição. Para que tudo dê certo, ele combina o falso crime com Zeca Diabo (Lima Duarte), que se encontrava preso. Só que, nesse meio tempo, Zeca descobre que o prefeito foi responsável por sua prisão e, com raiva, o mata com três tiros. O enterro de Odorico inaugura o cemitério.

A novela me veio à lembrança logo depois que ouvi um líder do grupo "Saramandaia" de Lagarto, Jerônimo Reis, conceder entrevista ontem para o radialista Narcizo Machado no Jornal da Fan. Na oportunidade, o ex-prefeito tentou passar para a população que o município vive uma "Terra Arrasada", fazendo comparativo com os momentos em que ele e alaidos comandaram a prefeitura da cidade. Lógico que os ataques foram dirigidos para os líderes do grupo "Bole Bole", adversários históricos. Estranho seria se ouvíssemos qualquer elogio.

Embora a política de Lagarto tenha ainda essa relação com o passado, com os grupos identificados como na ficção de Dias Gomes, Jerônimo Reis denuncia que a atual administração do município vive o mundo moderno das redes sociais, mostrando uma realidade completamente diferente do que vive a população lagartense.

O fato é que o município avançou muito economicamente nos últimos anos, mas, vive um conflito político intenso diante dos fatos ocorridos, principalmente, depois do afastamento do prefeito Valmir Monteiro, que fez sua vice-prefeita Hilda Ribeiro, esposa do deputado federal Gustinho Ribeiro, assumir o comando da prefeitura, e provocar um rompimento interno por conta das decisões tomadas, inclusive, exonerando os aliados do grupo de Valmir.

É aí que entra a percepção política do líder Jerônimo Reis, que sabe e conhece da política polarizada no município de Lagarto, e que o rompimento entre duas lideranças do grupo Bole Bole fortalece o agrupamento adversário, Saramandaia, levando em consideração o fracionamento dos aliados e simpatizantes dos que caminharão com o grupo de Valmir, e os demais que vão preferir continuar do lado de Gustinho Ribeiro.

2020 promete uma disputa bem acirrada em "Sucupira", tendo em vista que o grupo de Valmir, apesar dos pesares, vem muito forte para eleição, o deputado Gustinho Ribeiro com seu desejo de reeleger a esposa terá, se nada mudar, a "máquina" a seu favor, e o grupo dos Reis se aproveitando desse cenário de rompimento entre as lideranças do Bole Bole.

É possível que apareçam alguns "NEZINHO DO JEGUE" (Wilson Aguiar) – mendigo, que tinha como único amigo o jegue Rodrigues. Quando sóbrio, era defensor de Odorico (Paulo Gracindo), e bêbado, o atacava, gritando: “Morra, coronel Odorico! Esse filho do Cão, ladrão de cavalo, assassino, explorador, desencaminhador descarado!”

Tobias Barreto

O Prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida, compartilhou nesta terça-feira, 27, uma notícia animadora para os servidores: a Gestão Municipal enviou à Câmara de Vereadores sete projetos de lei que visam reajustar o salário de diversas classes profissionais. O objetivo é valorizar as remunerações de um total de 14 categorias, de acordo com a natureza, grau de responsabilidade e complexidade de cada função.

Lei da Publicidade

O prefeito Edvaldo Nogueira recebeu os vereadores da bancada governista na tarde desta segunda-feira, 26. Os parlamentares propuseram alterações na Lei da Publicidade ao Ar Livre. Sensível ao pleito, o gestor municipal se comprometeu em rediscutir a legislação e já deixou estabelecida uma nova reunião nesta terça-feira, 27, com a presença da classe empresarial, para que se construa um novo projeto.

Posto Imediato

Na sessão plenária de ontem, 26, o deputado estadual, Capitão Samuel (PSC) lamentou o fato de o Projeto de Lei do Poder Executivo  não ser sido encaminhado ainda para a Assembleia Legislativa de Sergipe para apreciação dos parlamentares. O PL citado pelo deputado versa sobre regularização de benefícios (pagamento) do Posto Imediato,  e dos Reformados e Pensionistas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do estado de Sergipe.


Lava Jato para Amazônia

A procuradora-geral da Rep
ública, Raquel Dodge, defendeu ontem (26) junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) que R$ 1,2 bilhão do valor pago pela Petrobras em um acordo com autoridades dos Estados Unidos no âmbito da Lava Jato seja destinado para o combate ao fogo na Amazônia.A nova destinação do dinheiro se justifica diante de “uma nova situação emergencial, decorrente de extensas e devastadoras queimadas na Floresta Amazônica, com imenso impacto ambiental, social e econômico”, escreveu Raquel Dodge em manifestação enviada ao STF.“Nessa perspectiva, considero necessário ao interesse público a repartição dos valores e destinação dos recursos para incluir a proteção ambiental sustentável, o que atende a toda a sociedade brasileira”, acrescentou a PGR.

IBGE/SAÚDE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) começou ontem (26) a coleta de dados da Pesquisa Nacional de Saúde 2019 (PNS). Ao todo, 1.200 entrevistadores visitarão 108,5 mil domicílios de 2.167 municípios de todo o país.É o segundo levantamento da PNS, feita pela primeira vez em 2013, em parceria com o Ministério da Saúde. Nos anos de 1998, 2003 e 2008, o IBGE incluiu um suplemento de saúde na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad). A expectativa é que a PNS seja feita a cada cinco anos.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Decisão do ministro Alexandre de Moraes é temerária para um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins

O artigo a seguir foi extraído do endereço eletrônico registrado no final, e tem a autoria de um dos maiores constitucionalista brasileiro, Ives Gandra Martins, que faz referência, inclusive, à possibilidade de intervenção militar diante da desordem e desarmonia entre os poderes (em negrito no texto). Leia na íntegra: "Harmonia e independência dos poderes? Por Ives Gandra Martins Aos 85 anos e mantendo amizade e admiração com e por grande parcela dos juristas brasileiros e muitos estrangeiros, de todas as colorações ideológicas, é sempre com constrangimento que, no dever que me imponho de cidadão, sinto-me na obrigação de expor opinião contrária àqueles expoentes do direito, que, sendo amigos, encontram-se em funções públicas. Ao ler a Constituição, cujos trabalhos acompanhei de perto, participando de audiências públicas, oferecendo textos, alguns aprovados pela Constituinte e, informalmente, assessorando alguns constituintes, não consigo encontrar nenhum dispositivo que

A "generosidade" do Banese em nome da pandemia visa lucro altíssimo

O governador Belivaldo Chagas determinou que o Banco do Estado de Sergipe PRORROGASSE por três meses as mensalidades dos empréstimos consignados dos servidores públicos, bem como os CDCs , devido o momento difícil que todos estão passando pela pandemia do Covid-19. Desde o dia 1° de maio o BANESE   já disponibilizou para os aplicativos de smartphones a opção de "PRORROGAÇÃO" para quem tem empréstimo com a instituição financeira, e já provocou dúvidas e indignação em quem fez simulações nas "ofertas generosas" do banco para seus clientes. Diferente do que determinou o governador do Estado, e mais ainda do que explicou a assessoria de comunicação do BANESE, que disse o seguinte: "Dessa forma, a prorrogação está sendo oferecida com a manutenção da taxa de juros do contrato anterior, sem aumento no valor mensal das parcelas e sem cobrança de IOF, com a distribuição dos juros de carência nas parcelas do novo contrato". Dito assim, leigo que somos do sis

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS VIRTUAIS

Nestes últimos dias fomos agraciados com mais uma novidade que irá vigorar nas próximas eleições municipais, a possibilidade de que as convenções partidárias ocorram virtualmente. É certo que a pandemia que nos aflige acelerou mudanças que seriam observadas ao longo dos anos, fazendo presente cada vez mais a tecnologia à nossa vida, consequentemente ao sistema eleitoral também. Já passamos pelo período das janelas partidárias, das filiações, do alistamento, de mudança de domicílio eleitoral e de regularização do título de eleitor, tudo feito de forma virtual. Em nossos textos é sempre mencionada a necessidade de adequação ao momento em que estamos vivendo, e a experiência vem demonstrando tal necessidade, sendo certo o fato de que quem não buscar se amoldar ao momento poderá ficar para trás no pleito vindouro. Especificamente no que tange à realização das convenções partidárias por meio virtual, foi realizada consulta ao TSE questionando esta possibilidade, sendo proferido Parecer favo